INOVARH-SP, apertamos o play

De RH para a vida…

O conteúdo promovido pelos prelatores e palestrantes do INOVARH-SP, o 1º Fórum para RH´s do interior paulista, realizado nesta terça-feira, dia 5, inspirou mais de cem gestores de Recursos Humanos, entre eles Flávia Ferreira. “Me inspirou, sai acreditando que é possível e que pode começar por mim a adoção de uma nova visão na empresa, ainda que ninguém se importe ou pareça difícil”.

O evento abriu com um conflito provocado por atores que encenaram um “Teatro do Invisível” retratando a opressão da mulher entre a vida pessoal e profissional e a realidade de uma deficiente visual que deseja contribuir mais, no entanto suas ideias não são ouvidas no trabalho. Seguiu com o tema saúde mental conduzido por Marson Ferreira com a palestra “Mindfulness: habilidades cognitivas para inovar”.

Depois de “relaxados”, os convidados ouviram as explanações do Superintendente de Relacionamento da Sulamérica, Rodrigo Ribeiro sobre o Programa Saúde Ativa e a percepção de benefício saúde para a geração Y; o Coordenador de Qualidade de Vida, José Antônio Coelho da Companhia de Concessionárias Rodoviárias (CCR) trouxe o case do Perfil Saúde realizado entre os colaboradores para desenvolver programas de saúde assertivos; Danielle Wolff, da Creche CEDUC, responsável por implantar creches em ambientes corporativos como Natura, falou da importância do cuidado na primeira infância e como a creche agrega valor inestimável a toda família e Ana Lúcia de Melo, do Instituto Ethos, ressaltou como as organizações podem engajar funcionários despertando propósito, muito além de proposta, com projetos sócio ambientais.

O docente do SENAC-SP, Ademir Macedo, ministrou sobre eSocial, um projeto do governo federal que vigora a partir de janeiro de 2018 para unificar o envio das informações previdenciárias, fiscais e trabalhistas para controlar a arrecadação. “A área de Recursos Humanos faz o fechamento de folha de pagamento e deve se atentar a função do SPED-Sistema Público de Escrituração Digital, criado em 2007, do qual o e-social é um dos últimos projetos inseridos.” – orientou também sobre as penalidades para o não cumprimento.

O segundo e último Painel de Discussão abriu com Cambises Alves do Projeto Cooperação que entre uma dinâmica e outra costurou com devolutivas dos comportamentos involuntários de competição estimulados pela cultura da escassez. “Cooperar é promover a troca, dar e receber, se não é altruísmo. Quando entendemos o que é cooperar vamos adotando uma cultura de abundância”.

Junto com Cambises participaram do Painel “Olhar para a Diversidade”, Fabiana Sichi, Líder de Diversidade da IBM no Brasil com o case dos RBG´s (Bussiness Resorce Group), formado por colaboradores que  voluntariamente dedicam-se à projetos de empoderamento e capacitação voltados à mulher, afrodescente, deficiente e LGBT, fazendo deles “embaixadores” das causas e promovendo engajamento entre seus pares; Andreza Matsumoto, Coordenadora do Programa de Inclusão do Senac-SP compartilhou os desafios encontrados em 2002, na implantação do programa e como superaram e Fabiana Nakazone, Gerente de RH da Natura abordando os processos de seleção inclusivos e as parcerias para atração de pessoas talentosas, mas com idade avançada ou com necessidades especiais.

“Atingimos o objetivo inicial que é o de promover a reflexão à cerca dessas questões e inspirar o RH. Foi o primeiro fórum para RH´s do interior paulista e não vamos parar por aí.” – finalizou o diretor da Correa Lima Saúdeo, Gustavo Barros.

INOVARH-SP, realizado pela Correa Lima Saúde com patrocínio da Sulamérica Saúde, foi gratuito e contou com o apoio do White Pavilion que cedeu o espaço para a realização.